terça-feira, 31 de maio de 2016

1ª Leitura - 2Tm 1,1-3.6-12 - 01.06.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
4ª-feira da 9ª Semana
Tempo Comum
S. Justino Mt, memória
Cor: Vermelho

Exorto-te a reavivar a chama do dom de Deus
que recebeste pela imposição das minhas mãos.

Início da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 1,1-3.6-12

1Paulo, Apóstolo de Jesus Cristo pelo desígnio de Deus
referente à promessa de vida que temos em Cristo Jesus,
2a Timóteo, meu querido filho:
Graça, misericórdia e paz
da parte de Deus Pai
e de Cristo Jesus, nosso Senhor!
3Dou graças a Deus,
- a quem sirvo com a consciência pura,
como aprendi dos meus antepassados -,
quando me lembro de ti, dia e noite, nas minhas orações.
6Por este motivo,
exorto-te a reavivar a chama do dom de Deus
que recebeste pela imposição das minhas mãos.
7Pois Deus não nos deu um espírito de timidez
mas de fortaleza, de amor e sobriedade.
8Não te envergonhes do testemunho de Nosso Senhor
nem de mim, seu prisioneiro,
mas sofre comigo pelo Evangelho,
fortificado pelo poder de Deus.
9Deus nos salvou e nos chamou com uma vocação santa,
não devido às nossas obras,
mas em virtude do seu desígnio e da sua graça,
que nos foi dada em Cristo Jesus
desde toda a eternidade.
10Esta graça foi revelada agora,
pela manifestação de nosso Salvador, Jesus Cristo.
Ele não só destruiu a morte,
como também fez brilhar a vida e a imortalidade
por meio do Evangelho,
11do qual fui constituído anunciador, apóstolo e mestre.
12Esta é a causa pela qual estou sofrendo,
mas não me envergonho,
porque sei em quem coloquei a minha fé.
E tenho a certeza de que ele é capaz de guardar
aquilo que me foi confiado até ao grande dia.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

segunda-feira, 30 de maio de 2016

1ª Leitura - Sf 3,14-18 - 31.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Visitação de Nossa Senhora .
Festa
Cor: Branco

O rei de Israel, o Senhor, está no meio de ti.

Leitura da Profecia de Sofonias 3,14-18

14Canta de alegria, cidade de Sião;
rejubila, povo de Israel!
Alegra-te e exulta de todo o coração,
cidade de Jerusalém!
15O Senhor revogou a sentença contra ti,
afastou teus inimigos;
o rei de Israel é o Senhor, ele está no meio de ti,
nunca mais temerás o mal.
16Naquele dia, se dirá a Jerusalém:
"Não temas, Sião,
não te deixes levar pelo desânimo!
17O Senhor, teu Deus, está no meio de ti,
o valente guerreiro que te salva;
ele exultará de alegria por ti,
movido por amor;
exultará por ti, entre louvores,
18como nos dias de festa.
Afastarei de ti a desgraça,
para que nunca mais te cause humilhação".
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

domingo, 29 de maio de 2016

1ª Leitura - 2Pd 1,2-7 - 30.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
2ª-feira da 9ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Por meio de tudo isso nos foram dadas as preciosas promessas,
a fim de que vos tornásseis participantes da natureza divina.

Leitura da Segunda Carta de São Pedro 1,2-7

Caríssimos:
2Graça e paz vos sejam concedidas abundantemente,
porque conheceis Deus e Jesus, nosso Senhor.
3O seu divino poder nos deu tudo o que contribui
para a vida e para a piedade,
mediante o conhecimento daquele que,
pela sua própria glória e virtude, nos chamou.
4Por meio de tudo isso nos foram dadas
as preciosas promessas, as maiores que há,
a fim de que vos tornásseis participantes da natureza divina,
depois de libertos da corrupção,
da concupiscência no mundo.
5Por isso mesmo, dedicai todo o esforço
em juntar à vossa fé a virtude,
à virtude o conhecimento,
6ao conhecimento o autodomínio,
ao autodomínio a perseverança,
à perseverança a piedade,
7à piedade o amor fraterno
e ao amor fraterno, a caridade.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

sábado, 28 de maio de 2016

1ª Leitura - 1Rs 8,41-43 - 29.06.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
9º DOMINGO
Tempo Comum
Cor: Verde

Quando um estrangeiro vier rezar no teu Templo, escuta-o.

Leitura do Primeiro Livro dos Reis 8,41-43

Naqueles dias, Salomão rezou no Templo, dizendo:
41Senhor, pode acontecer
que até um estrangeiro
que não pertence a teu povo, Israel,
42escute falar de teu grande nome,
de tua mão poderosa
e do poder de teu braço.
Se, por esse motivo,
ele vier de uma terra distante,
para rezar neste templo,
43Senhor, escuta então do céu onde moras
e atende a todos os pedidos desse estrangeiro,
para que todos os povos da terra
conheçam o teu nome e o respeitem,
como faz o teu povo Israel,
e para que saibam que o teu nome é invocado
neste templo que eu construí'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

sexta-feira, 27 de maio de 2016

1ª Leitura - Jd 17.20b-25 - 28.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Sábado da 8ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Deus é capaz de guardar-vos da queda
e de apresentar-vos perante a sua glória
irrepreensíveis e jubilosos.

Leitura da Carta de São Judas 17.20b-25

17Vós, porém, amados,
lembrai-vos das palavras
preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo.
20bEdificai-vos sobre o fundamento da vossa santíssima fé
e rezai, no Santo Espírito,
21de modo que vos mantenhais no amor de Deus,
esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo,
para a vida eterna.
22E a uns, que estão com dúvidas, deveis tratar com piedade.
23A outros, deveis salvá-los arrancando-os do fogo.
De outros ainda deveis ter piedade, mas com temor,
aborrecendo a própria veste manchada pela carne...
24Aquele que é capaz de guardar-vos da queda
e de apresentar-vos perante a sua glória
irrepreensíveis e jubilosos,
25ao único Deus, nosso Salvador,
por Jesus Cristo, nosso Senhor:
glória, majestade, poder e domínio,
desde antes de todos os séculos,
e agora, e por todos os séculos.
Amém.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

quinta-feira, 26 de maio de 2016

1ª Leitura - 1Pd 4,7-13 - 27.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
6ª-feira da 8ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Sede bons administradores da multiforme graça de Deus.

Leitura da Primeira Carta de São Pedro 4,7-13

Caríssimos:
7O fim de todas as coisas está próximo.
Vivei com inteligência e vigiai, dados à oração.
8Sobretudo, cultivai o amor mútuo, com todo o ardor,
porque o amor cobre uma multidão de pecados.
9Sede hospitaleiros uns com os outros, sem reclamações.
10Como bons administradores da multiforme graça de Deus,
cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu.
11Se alguém tem o dom de falar,
proceda como com palavras de Deus.
Se alguém tem o dom do serviço,
exerça-o como capacidade proporcionada por Deus,
a fim de que, em todas as coisas,
Deus seja glorificado, em virtude de Jesus Cristo,
a quem pertencem a glória e o poder,
pelos séculos dos séculos. Amém.
12Caríssimos, não estranheis o fogo da provação
que alastra entre vós,
como se alguma coisa de estranho vos estivesse acontecendo.
13Alegrai-vos por participar dos sofrimentos de Cristo,
para que possais também exultar de alegria
na revelação da sua glória.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

quarta-feira, 25 de maio de 2016

1ª Leitura - Gn 14,18-20 - 26.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo
Tempo Comum
Cor: Branco

Trouxe pão e vinho.

Leitura do Livro do Gênesis 14,18-20

Naqueles dias:
18Melquisedec, rei de Salém, trouxe pão e vinho
e como sacerdote do Deus Altíssimo,
19abençoou Abrão, dizendo:
'Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo,
criador do céu e da terra!
20Bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou
teus inimigos em tuas mãos!'
E Abrão entregou-lhe o dízimo de tudo.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

terça-feira, 24 de maio de 2016

1ª Leitura - 1Pd 1,18-25 - 25.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
4ª-feira da 8ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Sabeis que fostes resgatados pelo precioso sangue de Cristo,
como de um cordeiro sem mancha nem defeito.

Leitura da Primeira Carta de São Pedro 1,18-25

Caríssimos:
18Sabeis que fostes resgatados
da vida fútil herdada de vossos pais,
não por meio de coisas perecíveis,
como a prata ou o ouro,
19mas pelo precioso sangue de Cristo,
como de um cordeiro sem mancha nem defeito.
20Antes da criação do mundo, ele foi destinado para isso,
e neste final dos tempos, ele apareceu,
por amor de vós.
21Por ele é que alcançastes a fé em Deus.
Deus o ressuscitou dos mortos e lhe deu a glória,
e assim, a vossa fé e esperança estão em Deus.
22Pela obediência à verdade, purificastes as vossas almas,
para praticar um amor fraterno sem fingimento.
Amai-vos, pois, uns aos outros,
de coração e com ardor.
23Nascestes de novo,
não de uma semente corruptível, mas incorruptível,
mediante a palavra de Deus, viva e permanente.
24Com efeito,
'toda carne é como erva,
e toda a sua glória como a flor da erva;
secou-se a erva, cai a sua flor.
25Mas a palavra do Senhor permanece para sempre.'
Ora, esta palavra é a que vos foi anunciada no Evangelho.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

segunda-feira, 23 de maio de 2016

1ª Leitura - 1Pd 1,10-16 - 24.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
3ª-feira da 8ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Eles profetizaram a respeito da graça
que vos estava destinada. Por isso, sede sóbrios e tende perfeita esperança.

Leitura da Primeira Carta de São Pedro 1,10-16

Caríssimos:
10Esta salvação tem sido objeto
das investigações e meditações dos profetas.
Eles profetizaram a respeito da graça
que vos estava destinada.
11Procuraram saber a que época e a que circunstâncias
se referia o Espírito de Cristo, que estava neles,
ao anunciar com antecedência os sofrimentos de Cristo
e a glória conseqüente.
12Foi-lhes revelado que, não para si mesmos,
mas para vós, estavam ministrando estas coisas,
que agora são anunciadas a vós
por aqueles que vos pregam o evangelho
em virtude do Espírito Santo, enviado do céu;
revelações essas, que até os anjos desejam contemplar!
13Por isso, aprontai a vossa mente;
sede sóbrios e colocai toda a vossa esperança
na graça que vos será oferecida
na revelação de Jesus Cristo.
14Como filhos obedientes,
não modeleis a vossa vida
de acordo com as paixões de antigamente,
do tempo da vossa ignorância.
15Antes, como é santo aquele que vos chamou,
tornai-vos santos, também vós,
em todo o vosso proceder.
16Pois está na Escritura:
'Sede santos, porque eu sou santo'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

domingo, 22 de maio de 2016

1ª Leitura - 1Pd 1,3-9 - 23.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
2ª-feira da 8ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,
ele nos fez nascer de novo para uma esperança viva.

Leitura da Primeira Carta de São Pedro 1,3-9

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.
Em sua grande misericórdia,
pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,
ele nos fez nascer de novo, para uma esperança viva,
4para uma herança incorruptível,
que não se mancha nem murcha,
e que é reservada para vós nos céus.
5Graças à fé, e pelo poder de Deus,
vós fostes guardados para a salvação
que deve manifestar-se nos últimos tempos.
6Isto é motivo de alegria para vós, embora seja
necessário que agora fiqueis por algum tempo aflitos,
por causa de várias provações.
7Deste modo, a vossa fé será provada como sendo
verdadeira - mais preciosa que o ouro perecível,
que é provado no fogo -
e alcançará louvor, honra e glória
no dia da manifestação de Jesus Cristo.
8Sem ter visto o Senhor, vós o amais.
Sem o ver ainda, nele acreditais.
Isso será para vós fonte de alegria indizível e
gloriosa,
9pois obtereis aquilo em que acreditais:
a vossa salvação.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

sábado, 21 de maio de 2016

1ª Leitura - Pr 8,22-31 - 22.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Solenidade da Santíssima Trindade
Tempo Comum
Cor: Branco

Antes que a terra fosse feita a
Sabedoria já tinha sido concebida.

Leitura do Livro dos Provérbios 8,22-31

Assim fala a Sabedoria de Deus:
22O Senhor me possuiu como primícia de seus caminhos,
antes de suas obras mais antigas;
23desde a eternidade fui constituída,
desde o princípio,
antes das origens da terra.
24Fui gerada quando não existiam os abismos,
quando não havia os mananciais das águas,
25antes que fossem estabelecidas as montanhas,
antes das colinas fui gerada.
26Ele ainda não havia feito as terras e os campos,
nem os primeiros vestígios de terra do mundo.
27Quando preparava os céus,
ali estava eu,
quando traçava a abóbada sobre o abismo,
28quando firmava as nuvens lá no alto
e reprimia as fontes do abismo,
29quando fixava ao mar os seus limites
- de modo que as águas não ultrapassassem suas bordas -
e lançava os fundamentos da terra,
30eu estava ao seu lado como mestre-de-obras;
eu era seu encanto, dia após dia,
brincando, todo o tempo, em sua presença,
31brincando na superfície da terra,
e alegrando-me em estar com os filhos dos homens.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

sexta-feira, 20 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 5,13-20 - 21.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Sábado da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

A oração fervorosa do justo tem grande poder.

Leitura da Carta de São Tiago 5,13-20

Caríssimos:
13Se alguém dentre vós está sofrendo,
recorra à oração.
Se alguém está alegre,
entoe hinos.
14Se alguém dentre vós estiver doente,
mande chamar os presbíteros da Igreja,
para que orem sobre ele,
ungindo-o com óleo em nome do Senhor.
15A oração feita com fé salvará o doente
e o Senhor o levantará.
E se tiver cometido pecados,
receberá o perdão.
16Confessai, pois, uns aos outros, os vossos pecados
e orai uns pelos outros para alcançar a saúde.
A oração fervorosa do justo tem grande poder.
17Assim Elias, que era um homem semelhante a nós,
orou com insistência para que não chovesse,
e não houve chuva na terra durante três anos e seis meses.
18Em seguida tornou a orar,
e o céu deu a chuva
e a terra voltou a produzir o seu fruto.
Meus irmãos, se alguém de vós se desviar da verdade
e um outro o reconduzir,
20saiba este
que aquele que reconduz um pecador desencaminhado
salvará da morte a alma dele
e cobrirá uma multidão de pecados.
Fonte CNBB

quinta-feira, 19 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 5,9-12 - 20.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
6ª-feira da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Eis que o juiz está às portas.

Leitura da Carta de São Tiago 5,9-12

9Irmãos, não vos queixeis uns dos outros,
para que não sejais julgados.
Eis que o juiz está às portas.
10Irmãos, tomai por modelo de sofrimento e firmeza
os profetas, que falaram em nome do Senhor.
11Reparai que consideramos como bem-aventurados
os que perseveraram.
Ouvistes falar da perseverança de Jó
e conheceis o êxito que o Senhor lhe deu
- pois o Senhor é rico em misericórdia e compassivo.
12Sobretudo, meus irmãos, não jureis,
nem pelo céu, nem pela terra,
nem por qualquer outro forma de juramento.
Antes, que o vosso sim seja sim, e o vosso não, não.
Então não estareis sujeitos a julgamento.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

quarta-feira, 18 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 5,1-6 - 19.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
5ª-feira da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Vossa riqueza está apodrecendo.

Leitura da Carta de São Tiago 5,1-6

1E agora, ricos, chorai e gemei,
por causa das desgraças que estão para cair sobre vós.
2Vossa riqueza está apodrecendo,
e vossas roupas estão carcomidas pelas traças.
3Vosso ouro e vossa prata estão enferrujados,
e a ferrugem deles vai servir de testemunho contra vós
e devorar vossas carnes, como fogo!
Amontoastes tesouros nos últimos dias.
4Vede:
o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos,
que vós deixastes de pagar,
está gritando,
e o clamor dos trabalhadores
chegou aos ouvidos do Senhor todo-poderoso.
5Vós vivestes luxuosamente na terra,
entregues à boa vida,
cevando os vossos coraçðes para o dia da matança.
6Condenastes o justo e o assassinastes;
ele não resiste a vós.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

terça-feira, 17 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 4,13-17 - 18.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
4ª-feira da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida!
Devíeis dizer: Se o Senhor quiser.

Leitura da Carta de São Tiago 4,13-17

Caríssimos:
13E agora, vós que dizeis:
'Hoje ou amanhã iremos a tal cidade,
passaremos ali um ano, negociando e ganhando dinheiro'.
14No entanto,
não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida, amanhã!
Com efeito, não passais de uma neblina
que se vê por um instante e logo desaparece.
15Em vez de dizer:
'Se o Senhor quiser, estaremos vivos
e faremos isto ou aquilo',
16vós vos gloriais de vossas fanfarronadas.
Ora, toda a arrogância deste tipo é um mal.
17Assim, aquele que sabe fazer o bem e não o faz
incorre em pecado.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

segunda-feira, 16 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 4,1-10 - 17.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
3ª-feira da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Pedis, sim, mas não recebeis, porque pedis mal.

Leitura da Carta de São Tiago 4,1-10

Caríssimos:
1De onde vêm as guerras?
De onde vêm as brigas entre vós?
Não vêm, justamente, das paixões
que estão em conflito dentro de vós?
2Cobiçais, mas não conseguis ter.
Matais e cultivais inveja, mas não conseguis êxito.
Brigais e fazeis guerra, mas não conseguis possuir.
E a razão está em que não pedis.
3Pedis, sim, mas não recebeis, porque pedis mal.
Pois só quereis esbanjar o pedido nos vossos prazeres.
4Adúlteros, não sabeis
que a amizade com o mundo é inimizade com Deus?
Assim, todo aquele que pretende ser amigo do mundo
torna-se inimigo de Deus.
5Ou julgais ser em vão que a Escritura diz:
'Com ciúme anela o espirito que nos habita'?
6Mas ele nos dá uma graça maior.
Por isso, a Escritura diz:
'Deus resiste aos soberbos,
mas concede a graça aos humildes'.
7Obedecei pois a Deus,
mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
8Aproximai-vos de Deus, e ele se aproximará de vós.
Purificai as mãos, ó pecadores,
e santificai os corações, homens dúbios.
9Ficai tristes, vesti o luto e chorai.
Transforme-se em luto o vosso riso,
e a vossa alegria em desalento.
10Humilhai-vos diante do Senhor, e ele vos exaltará.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

domingo, 15 de maio de 2016

1ª Leitura - Tg 3,13-18 - 16.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
2ª-feira da 7ª Semana
Tempo Comum
Cor: Verde

Se fomentais, no coração,
amargo ciúme e rivalidade, não vos glorieis.

Leitura da Carta de São Tiago 3,13-18

Caríssimos:
13Quem dentre vós é sábio e inteligente?
Que ele mostre, por seu reto modo de proceder,
a sua prática em sábia mansidão.
14Mas se fomentais, no coração,
amargo ciúme e rivalidade,
não vos glorieis nem procedais
em contradição com a verdade.
15Essa não é a sabedoria que vem do alto.
Ao contrário, é terrena, materialista, diabólica!
16Onde há inveja e rivalidade,
aí estão as desordens e toda espécie de obras más.
17Por outra parte, a sabedoria que vem do alto
é, antes de tudo, pura,
depois pacífica, modesta, conciliadora,
cheia de misericórdia e de bons frutos,
sem parcialidade e sem fingimento.
18O fruto da justiça é semeado na paz,
para aqueles que promovem a paz.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

sábado, 14 de maio de 2016

1ª Leitura - At 2,1-11 - 15.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
Domingo de Pentecostes - Missa do Dia
Páscoa
Cor: Vermelho

Todos ficaram cheios do Espírito
Santo e começaram a falar.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 2,1-11

1Quando chegou o dia de Pentecostes,
os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar.
2De repente, veio do céu um barulho
como se fosse uma forte ventania,
que encheu a casa onde eles se encontravam.
3Então apareceram línguas como de fogo
que se repartiram e pousaram sobre cada um deles.
4Todos ficaram cheios do Espírito Santo
e começaram a falar em outras línguas,
conforme o Espírito os inspirava.
5Moravam em Jerusalém judeus devotos,
de todas as nações do mundo.
6Quando ouviram o barulho,
juntou-se a multidão, e todos ficaram confusos,
pois cada um ouvia os discípulos
falar em sua própria língua.
7Cheios de espanto e de admiração, diziam:'Esses
homens que estão falando não são todos galileus?
8Como é que nós os escutamos na nossa própria língua?
9Nós que somos partos, medos e elamitas,
habitantes da Mesopotâmia, da Judéia e da Capadócia,
do Ponto e da Ásia,
10da Frígia e da Panfília,
do Egito e da parte da Líbia, próxima de Cirene,
também romanos que aqui residem;
11judeus e prosélitos, cretenses e árabes, todos nós
os escutamos anunciarem as maravilhas de Deus
na nossa própria língua!'
Palavra do Senhor
Fonte CNBB

sexta-feira, 13 de maio de 2016

1ª Leitura - At 1,15-17.20-26 - 14.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
São Matias, Apóstolo 
Festa
Cor: Vermelho

A sorte caiu em Matias,
o qual foi juntado ao número dos onze apóstolos.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 1,15-17.20-26

15Naqueles dias,
Pedro levantou-se no meio dos irmãos e disse:
16"Irmãos, era preciso que se cumprisse
o que o Espírito Santo, por meio de Davi,
anunciou na Escritura sobre Judas,
que se tornou o guia daqueles que prenderam Jesus.
17Judas era um dos nossos
e participava do mesmo ministério.
20De fato, no livro dos Salmos está escrito:
`fique deserta a sua morada,
nem haja quem nela habite!'
E ainda: `Que outro ocupe o seu lugar!'
21Há homens que nos acompanharam
durante todo o tempo em que o Senhor Jesus
vivia no meio de nós,
22a começar pelo batismo de João
até ao dia em que foi elevado ao céu.
Agora, é preciso que um deles se junte a nós
para ser testemunha da sua ressurreição."
23Então eles apresentaram dois homens:
José, chamado Barsabás,
que tinha o apelido de Justo, e Matias.
24Em seguida, fizeram esta oração:
"Senhor, tu conheces os corações de todos.
Mostra-nos qual destes dois escolhestes
25para ocupar, neste ministério e apostolado,
o lugar que Judas abandonou para seguir o seu destino!"
26Então tiraram a sorte entre os dois.
A sorte caiu em Matias,
o qual foi juntado ao número dos onze apóstolos.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

quinta-feira, 12 de maio de 2016

1ª Leitura - At 25,13b-21 - 13.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
6ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 25,13b-21

Naqueles dias:
13bO rei Agripa e Berenice chegaram a Cesaréia
e foram cumprimentar Festo.
14Como ficassem alguns dias aí,
Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo:
'Está aqui um homem
que Félix deixou como prisioneiro.
15Quando eu estive em Jerusalém,
os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus
apresentaram acusações contra ele
e pediram-me que o condenasse.
16Mas eu lhes respondi
que os romanos não costumam entregar um homem
antes que o acusado
tenha sido confrontado com os acusadores
e possa defender-se da acusação.
17Eles vieram para cá
e, no dia seguinte, sem demora,
sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem.
18Seus acusadores compareceram diante dele,
mas não trouxeram nenhuma acusação de crimes
de que eu pudesse suspeitar.
19Tinham somente certas questões
sobre a sua própria religião
e a respeito de um certo Jesus que já morreu,
mas que Paulo afirma estar vivo.
20Eu não sabia o que fazer para averigüar o assunto.
Perguntei então a Paulo
se ele preferia ir a Jerusalém, para ser julgado lá.
21Mas Paulo fez uma apelação
para que a sua causa fosse reservada
ao juízo do Augusto Imperador.
Então ordenei que ficasse preso
até que eu pudesse enviá-lo a César.'
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

quarta-feira, 11 de maio de 2016

1ª Leitura - At 22,30; 23,6-11 - 12.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
5ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

É preciso que tu sejas também minha testemunha em Roma.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 22,30; 23,6-11

Naqueles dias:
30Querendo saber com certeza
por que Paulo estava sendo acusado pelos judeus,
o tribuno soltou-o
e mandou reunir os chefes dos sacerdotes
e todo o conselho dos anciãos.
Depois fez trazer Paulo e colocou-o diante deles.
23,6Sabendo que uma parte dos presentes eram saduceus
e a outra parte eram fariseus,
Paulo exclamou no conselho dos anciãos:
'Irmãos, eu sou fariseu e filho de fariseus.
Estou sendo julgado
por causa da nossa esperança na ressurreição dos mortos.'
7Apenas falou isso,
armou-se um conflito entre fariseus e saduceus
e a assembléia se dividiu.
8Com efeito, os saduceus dizem que não há ressurreição,
nem anjo, nem espírito,
enquanto os fariseus sustentam uma coisa e outra.
9Houve, então, uma enorme gritaria.
Alguns doutores da Lei, do partido dos fariseus,
levantaram-se e começaram a protestar, dizendo:
'Não encontramos nenhum mal neste homem.
E se um espírito ou anjo tivesse falado com ele?'
10E o conflito crescia cada vez mais.
Receando que Paulo fosse despedaçado por eles,
o comandante ordenou que os soldados descessem
e o tirassem do meio deles,
levando-o de novo para o quartel.
11Na noite seguinte,
o Senhor aproximou-se de Paulo e lhe disse:
'Tem confiança.
Assim como tu deste testemunho de mim em Jerusalém,
é preciso que tu sejas também minha testemunha em Roma.'
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

terça-feira, 10 de maio de 2016

1ª Leitura - At 20,28-38 - 11.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
4ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Entrego-vos a Deus e à mensagem de sua graça,
que tem poder para edificar.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 20,28-38

Naqueles dias,
Paulo disse aos anciãos da Igreja de Éfeso:
28Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho,
sobre o qual o Espírito Santo vos colocou como guardas,
para pastorear a Igreja de Deus,
que ele adquiriu com o sangue do seu próprio Filho.
29Eu sei, depois que eu for embora,
aparecerão entre vós lobos ferozes,
que não pouparão o rebanho.
30Além disso, do vosso próprio meio aparecerão homens
com doutrinas perversas
que arrastarão discípulos atrás de si.
31Por isso, estai sempre atentos:
lembrai-vos que durante três anos,
dia e noite, com lágrimas,
não parei de exortar a cada um em particular.
32Agora entrego-vos a Deus e à mensagem de sua graça,
que tem poder para edificar
e dar a herança a todos os que foram santificados.
33Não cobicei prata, ouro ou vestes de ninguém.
34Vós bem sabeis que estas minhas mãos providenciaram
o que era necessário para mim e para os que estavam comigo.
35Em tudo vos mostrei que, trabalhando deste modo,
se deve ajudar os fracos,
recordando as palavras do Senhor Jesus,
que disse: 'Há mais alegria em dar do que em receber'.'
36Tendo dito isto,
Paulo ajoelhou-se e rezou com todos eles.
37Todos, depois, prorromperam em grande pranto e,
lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam,
38aflitos, sobretudo por lhes haver ele dito
que não tornariam a ver-lhe o rosto.
E o acompanharam até o navio.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB

segunda-feira, 9 de maio de 2016

1ª Leitura - At 20,17-27 - 10.05.2016

Leia também: LITURGIA DA PALAVRA
3ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Contanto que eu leve a bom termo a minha carreira
e realize o serviço que recebi do Senhor Jesus.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 20,17-27

Naqueles dias:
17De Mileto, Paulo mandou um recado a Éfeso,
convocando os anciãos da Igreja.
18Quando os anciãos chegaram, Paulo disse-lhes:
'Vós bem sabeis de que modo me comportei
em relação a vós, durante todo o tempo,
desde o primeiro dia em que cheguei à Ásia.
19Servi ao Senhor com toda a humildade,
com lágrimas e no meio das provações
que sofri por causa das ciladas dos judeus.
20Nunca deixei de anunciar
aquilo que pudesse ser de proveito para vós,
nem de vos ensinar publicamente
e também de casa em casa.
21Insisti, com judeus e gregos,
para que se convertessem a Deus
e acreditassem em Jesus nosso Senhor.
22E agora, prisioneiro do Espírito,
vou para Jerusalém sem saber o que aí me acontecerá.
23Sei apenas que, de cidade em cidade,
o Espírito Santo me adverte,
dizendo que me aguardam cadeias e tribulações.
24Mas, de modo nenhum, considero a minha vida
preciosa para mim mesmo,
contanto que eu leve a bom termo a minha carreira
e realize o serviço que recebi do Senhor Jesus,
ou seja, testemunhar o Evangelho da graça de Deus.
25Agora, porém, tenho a certeza que vós
não vereis mais o meu rosto,
todos vós entre os quais passei anunciando o Reino.
26Portanto, hoje dou testemunho diante de todos vós:
eu não sou responsável se algum de vós se perder,
27pois não deixei de vos anunciar
todo o projeto de Deus a vosso respeito.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB