sexta-feira, 21 de julho de 2017

1ª Leitura - Ex 19,1-2.9-11.16-20b - 27.07.2017

5ª-feira da 16ª Semana do Tempo Comum
27 de Julho de 2017
Cor: Verde

O Senhor descerá diante de todo o povo
sobre a montanha do Sinai.

Leitura do Livro do Êxodo 19,1-2.9-11.16-20b

1No dia em que se cumpriam três meses da saída do Egito,
Israel chegou ao deserto do Sinai.
2Partindo de Rafidim,
chegaram ao deserto do Sinai, onde acamparam.
Israel armou ali suas tendas, defronte da montanha.
9E o Senhor falou a Moisés:
'Virei a ti numa nuvem escura,
para que o povo ouça quando falar contigo,
e creia sempre em ti'.
10Tendo Moisés transmitido ao Senhor
as palavras do povo,
O Senhor lhe disse:
'Vai ao povo e santifica-os hoje e amanhã.
Eles devem lavar as suas vestes,
11e estar prontos para o terceiro dia,
pois nesse dia o Senhor descerá
diante de todo o povo
sobre a montanha do Sinai.
16Quando chegou o terceiro dia, ao raiar da manhã,
houve trovões e relâmpagos.
Uma nuvem espessa cobriu a montanha,
e um fortíssimo som de trombetas se fez ouvir.
No acampamento o povo se pôs a tremer.
17Moisés fez o povo sair do acampamento
ao encontro de Deus,
e eles pararam ao pé da montanha.
18Todo o monte Sinai fumegava,
pois o Senhor descera sobre ele em meio ao fogo.
A fumaça subia como de uma fornalha,
e todo o monte tremia violentamente.
19O som da trombeta ia aumentando cada vez mais.
Moisés falava e o Senhor lhe respondia através do trovão.
20bO Senhor desceu sobre o monte Sinai
e chamou Moisés ao cume do monte.
E Moisés subiu.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quinta-feira, 20 de julho de 2017

1ª Leitura - Eclo 44,1.10-15 - 26.07.2017

São Joaquim e Sant'Ana, pais de Nossa Senhora . Memória
26 de Julho de 2017
Cor: Branco

Seus nomes duram através das gerações.

Leitura do Livro do Eclesiástico 44,1.10-15

1Vamos fazer o elogio dos homens famosos,
nossos antepassados através das gerações.
10Estes, são homens de misericórdia;
seus gestos de bondade não serão esquecidos.
11Eles permanecem com seus descendentes;
seus próprios netos são a sua melhor herança.
12A descendência deles mantém-se fiel às alianças,
13e, graças a eles, também os seus filhos.
Sua descendência permanece para sempre,
e sua glória jamais se apagará.
14Seus corpos serão sepultados na paz
e seu nome dura através das gerações.
15Os povos proclamarão a sua sabedoria,
e a assembléia vai celebrar o seu louvor.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quarta-feira, 19 de julho de 2017

1ª Leitura - 2Cor 4,7-15 - 25.07.2017

São Tiago, Apóstolo . Festa
25 de Julho de 2017
Cor: Vermelho

Aquele que ressuscitou o Senhor Jesus
nos ressuscitará também com Jesus
e nos colocará ao seu lado.

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4,7-15

Irmãos:
7Trazemos esse tesouro em vasos de barro,
para que todos reconheçam
que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
8Somos afligidos de todos os lados,
mas não vencidos pela angústia;
postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança;
9perseguidos, mas não desamparados;
derrubados, mas não aniquilados;
10por toda parte e sempre levamos em nós mesmos
os sofrimentos mortais de Jesus,
para que também a vida de Jesus
seja manifestada em nossos corpos.
11De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte,
por causa de Jesus,
para que também a vida de Jesus
seja manifestada em nossa natureza mortal.
12Assim, a morte age em nós,
enquanto a vida age em vós.
13Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé,
conforme o que está escrito:
'Eu creio e, por isso, falei',
nós também cremos e, por isso, falamos,
14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus
nos ressuscitará também com Jesus
e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.
15E tudo isso é por causa de vós,
para que a abundância da graça em um número maior de pessoas
faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Ex 14,5-18 - 24.07.2017

2ª-feira da 16ª Semana do Tempo Comum
24 de Julho de 2017
Cor: Verde

Saberão que eu sou o Senhor,
quando eu for glorificado às custas do Faraó.

Leitura do Livro do Êxodo 14,5-18

Naqueles dias:
5Foi anunciado ao rei dos egípcios
que o povo tinha fugido.
Então, mudaram-se contra ele
os sentimentos do Faraó e dos seus servos,
os quais disseram: 'Que fazemos?
Como deixamos Israel escapar,
privando-nos assim dos seus serviços?'
6O Faraó mandou atrelar o seu carro
e levou consigo o seu povo.
7Tomou seiscentos carros escolhidos
e todos os carros do Egito,
com os respectivos escudeiros.
8O Senhor endureceu o coração do Faraó, rei do Egito,
que foi no encalço dos filhos de Israel,
enquanto estes tinham saído de braço erguido.
9Os egípcios perseguiram os filhos de Israel
com todos os cavalos e carros do Faraó,
seus cavaleiros e seu exército,
e encontraram-nos acampados junto do mar,
perto de Fiairot, defronte de Beel-Sefon.
10Como o Faraó se aproximasse,
levantando os olhos, os filhos de Israel
viram os egípcios às suas costas.
Aterrorizados, eles clamaram ao Senhor.
11E disseram a Moisés:
'Foi por não haver sepulturas no Egito
que tu nos trouxeste para morrermos no deserto?
De que nos valeu ter sido tirados do Egito?
12Não era isso que te dizíamos lá:
'Deixa-nos em paz servir os egípcios?'
Porque era muito melhor servir aos egípcios
do que morrer no deserto'.
13Moisés disse ao povo: 'Não temais!
Permanecei firmes,
e vereis o que o Senhor fará hoje para vos salvar;
os egípcios que hoje estás vendo,
nunca mais os tornareis a ver.
14O Senhor combaterá por vós,
e vós, ficai tranqüilos'.
15O Senhor disse a Moisés:
'Por que clamas a mim por socorro?
Dize aos filhos de Israel que se ponham em marcha.
16Quanto a ti, ergue a vara,
estende o braço sobre o mar e divide-o,
para que os filhos de Israel caminhem
em seco pelo meio do mar.
17De minha parte, endurecerei o coração dos egípcios,
para que sigam atrás deles,
e eu serei glorificado às custas do Faraó,
e de todo o seu exército,
dos seus carros e cavaleiros.
18E os egípcios saberão que eu sou o Senhor,
quando eu for glorificado às custas do Faraó,
dos seus carros e cavaleiros'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Sb 12,13.16-19 - 23.07.2017

16º Domingo do Tempo Comum
23 de Julho de 2017
Cor: Verde

Concedeis o perdão aos pecadores.

Leitura do Livro da Sabedoria 12,13.16-19

13Não há, além de ti, outro Deus
que cuide de todas as coisas
e a quem devas mostrar
que teu julgamento não foi injusto.
16A tua força é princípio da tua justiça,
e o teu domínio sobre todos
te faz para com todos indulgente.
17Mostras a tua força
a quem não crê na perfeição do teu poder;
e nos que te conhecem, castigas o seu atrevimento.
18No entanto, dominando tua própria força,
julgas com clemência
e nos governas com grande consideração:
pois quando quiseres, está ao teu alcance
fazer uso do teu poder.
19Assim procedendo, ensinaste ao teu povo
que o justo deve ser humano;
e a teus filhos deste a confortadora esperança
de que concedes o perdão aos pecadores.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


terça-feira, 18 de julho de 2017

1ª Leitura - Ct 3,1-4a - 22.07.2017

Santa Maria Madalena . Memória
22 de Julho de 2017
Cor: Branco

Encontrei o amor de minha vida.

Leitura do Livro do Cântico dos Cânticos 3,1-4a

Eis o que diz a noiva:
1Em meu leito, durante a noite,
busquei o amor de minha vida:
procurei-o, e não o encontrei.
2Vou levantar-me e percorrer a cidade,
procurando pelas ruas e praças,
o amor de minha vida:
procurei-o, e não o encontrei.
3Encontraram-me os guardas
que faziam a ronda pela cidade.
"Vistes por ventura o amor de minha vida?"
4aE logo que passei por eles,
encontrei o amor de minha vida.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Ex 11,10-12,14 - 21.07.2017

6ª-feira da 15ª Semana do Tempo Comum
21 de Julho de 2017
Cor: Verde

Imolareis o cordeiro ao cair da tarde;
e ao ver o sangue, passarei adiante.

Leitura do Livro do Êxodo 11,10-12,14

Naqueles dias:
10Moisés e Aarão realizaram muitos prodígios diante do Faraó;
mas o Senhor endureceu o coração do Faraó,
e ele não deixou que os filhos de Israel saíssem da sua terra.
12,1O Senhor disse a Moisés e a Aarão no Egito:
2'Este mês será para vós o começo dos meses;
será o primeiro mês do ano.
3Falai a toda a comunidade dos filhos de Israel, dizendo:
'No décimo dia deste mês,
cada um tome um cordeiro por família,
um cordeiro por casa.
4Se a família não for bastante numerosa
para comer um cordeiro,
convidará também o vizinho mais próximo,
de acordo com o número de pessoas.
Deveis calcular o número de comensais,
conforme o tamanho do cordeiro.
5O cordeiro será sem defeito,
macho, de um ano.
Podereis escolher tanto um cordeiro, como um cabrito:
6e devereis guardá-lo preso
até ao dia catorze deste mês.
Então toda a comunidade de Israel reunida
o imolará ao cair da tarde.
7Tomareis um pouco do seu sangue
e untareis os marcos e a travessa da porta,
nas casas em que o comerdes.
8Comereis a carne nessa mesma noite,
assada ao fogo,
com pães ázimos e ervas amargas.
9Não comereis dele nada cru,
ou cozido em água, mas assado ao fogo,
inteiro, com cabeça, pernas e vísceras.
10Não deixareis nada para o dia seguinte:
o que sobrar, devereis queimá-lo ao fogo.
11Assim devereis comê-lo:
com os rins cingidos,
sandálias nos pés
e cajado na mão.
E comereis às pressas,
pois é a Páscoa,
isto é, a Passagem do Senhor!
12E naquela noite passarei pela terra do Egito
e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos,
desde os homens até os animais;
e infligirei castigos contra todos os deuses do Egito,
eu, o Senhor.
13O sangue servirá de sinal
nas casas onde estiverdes.
Ao ver o sangue, passarei adiante,
e não vos atingirá a praga exterminadora,
quando eu ferir a terra do Egito.
14Este dia será para vós uma festa memorável em honra do Senhor,
que haveis de celebrar por todas as gerações,
como instituição perpétua.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


segunda-feira, 17 de julho de 2017

1ª Leitura - Ex 3,13-20 - 20.07.2017

5ª-feira da 15ª Semana do Tempo Comum
20 de Julho de 2017
Cor: Verde

'Eu Sou aquele que sou'.
'Eu sou enviou-me a vós'.

Leitura do Livro do Êxodo 3,13-20

Naqueles dias,
ouvindo a voz do Senhor do meio da sarça,
13Moisés disse a Deus:
'Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi:
'O Deus de vossos pais enviou-me a vós'.
Mas, se eles perguntarem:
'Qual é o seu nome?' o que lhes devo responder?'
14Deus disse a Moisés:
'Eu Sou aquele que sou'. E acrescentou:
'Assim responderás aos filhos de Israel:
`Eu sou enviou-me a vós' '.
15E Deus disse ainda a Moisés:
'Assim dirás aos filhos de Israel:
'O Senhor, o Deus de vossos pais,
o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó,
enviou-me a vós'.
Este é o meu nome para sempre,
e assim serei lembrado de geração em geração.
16Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes:
'O Senhor, o Deus de vossos pais,
o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó,
apareceu-me, dizendo:
Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito.
17E decidi tirar-vos da opressóo do Egito
e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas,
dos amorreus, dos fereseus, dos heveus e dos jebuseus,
a uma terra onde corre leite e mel.
18Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel,
irás ao rei do Egito e lhe direis:
'O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro.
E, agora, temos que ir, a três dias de marcha no deserto,
para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus'.
19Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir,
se não for obrigado por mão forte.
20Por isso, estenderei minha mão
e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios
que vou realizar no meio deles.
Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Ex 3,1-6.9-12 - 19.07.2017

4ª-feira da 15ª Semana do Tempo Comum
19 de Julho de 2017
Cor: Verde

Apareceu-lhe o anjo do Senhor
numa chama de fogo, do meio de uma sarça.

Leitura do Livro do Êxodo 3,1-6.9-12
Naqueles dias:
1Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro,
sacerdote de Madiã.
Levou um dia, o rebanho deserto adentro
e chegou ao monte de Deus, o Horeb.
2Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo,
do meio de uma sarça.
Moisés notou que a sarça estava em chamas,
mas não se consumia, e disse consigo:
3'Vou aproximar-se desta visão extraordinária,
para ver porque a sarça não se consome'.
4O Senhor viu que Moisés se aproximava para observar
e chamou-o do meio da sarça, dizendo: 'Moisés! Moisés!'
Ele respondeu: 'Aqui estou'.
5E Deus disse: 'Não te aproximes!
Tira as sandálias dos pés,
porque o lugar onde estás é uma terra santa'.
6E acrescentou:
'Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão,
o Deus de Isaac e o Deus de Jacó'.
Moisés cobriu o rosto, pois temia olhar para Deus.
9E agora, o clamor dos filhos de Israel chegou até mim,
e vi a opressão que os egípcios fazem pesar sobre eles.
10Mas vai, eu te envio ao Faraó,
para que faças sair do Egito o meu povo,
os filhos de Israel'.
11E Moisés disse a Deus:
'Quem sou eu para ir ao Faraó
e fazer sair os filhos de Israel do Egito?'
12Deus lhe disse: 'Eu estarei contigo;
e este será o sinal de que fui eu que te enviei:
quando tiveres tirado do Egito o povo,
vós servireis a Deus sobre esta montanha'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


sexta-feira, 14 de julho de 2017

1ª Leitura - Ex 2,1-15a - 18.07.2017

3ª-feira da 15ª Semana do Tempo Comum
18 de Julho de 2017
Cor: Verde

Deu-lhe o nome de Moisés,
porque, disse ela, 'eu o tirei das águas';
quando já era adulto,
Moisés saiu para visitar seus irmãos hebreus.

Leitura do Livro do Êxodo 2,1-15a

Naqueles dias:
1Um homem da família de Levi
casou-se com uma mulher da mesma tribo,
2e ela concebeu e deu à luz um filho.
Ao ver que era um belo menino,
manteve-o escondido durante três meses.
3Mas não podendo escondê-lo por mais tempo,
tomou uma cesta de junco,
calafetou-a com betume e piche,
pôs dentro dela a criança
e deixou-a entre os caniços na margem do rio Nilo.
4A irmã do menino ficou a certa distância
para ver o que ia acontecer.
5A filha do Faraó desceu para se banhar no rio,
enquanto suas companheiras passeavam pela margem.
Vendo, então, a cesta no meio dos caniços,
mandou uma das servas apanhá-la.
6Abrindo a cesta, viu a criança:
era um menino, que chorava.
Ela compadeceu-se dele e disse:
'É um menino dos hebreus'.
7A irmã do menino disse, então, à filha do Faraó:
'Queres que te vá chamar uma mulher hebréia,
que possa amamentar o menino?'
8A filha do Faraó respondeu: 'Vai'.
E a menina foi e chamou a mãe do menino.
9A filha do Faraó disse à mulher:
'Leva este menino, amamenta-o para mim,
e eu te pagarei o teu salário'.
A mulher levou o menino e amamentou.
10Quando já estava crescido,
ela levou-o à filha do Faraó,
que o adotou como filho
e lhe deu o nome de Moisés,
porque, disse ela, 'eu o tirei das águas'.
11Um dia, quando já era adulto,
Moisés saiu para visitar seus irmãos hebreus;
viu sua aflição
e como um egípcio maltratava um deles.
12Olhou para os lados e, não vendo ninguém,
matou o egípcio e escondeu-o na areia.
13No dia seguinte, saiu de novo e viu dois hebreus brigando,
e disse ao agressor:
'Por que bates no teu companheiro?'
14E este replicou:
'Quem te estabeleceu nosso chefe e nosso juiz?
Acaso pretendes matar-me, como mataste o egípcio?'
Moisés ficou com medo e disse consigo:
'Com certeza, o fato se tornou conhecido'.
15aO Faraó foi informado do que aconteceu,
e procurava matar Moisés.
Mas este, fugindo da sua vista,
parou na terra de Madiã.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Ex 1,8-14.22 - 17.07.2017

2ª-feira da 15ª Semana do Tempo Comum
17 de Julho de 2017
Bv. Inácio de Azevedo Presb. e Comps. Mts., memória
Cor: Vermelho

Vamos agir com prudência em relação a Israel
para impedir que continue crescendo.

Leitura do Livro do Êxodo 1,8-14.22

Naqueles dias:
8Surgiu um novo rei no Egito,
que não tinha conhecido José,
9e disse ao seu povo:
'Olhai como o povo dos filhos de Israel
é mais numeroso e mais forte do que nós.
10Vamos agir com prudência em relação a ele,
para impedir que continue crescendo
e, em caso de guerra,
se una aos nossos inimigos,
combata contra nós
e acabe por sair do país'.
11Estabeleceram inspetores de obras,
para que o oprimissem com trabalhos penosos;
e foi assim que ele construiu para o Faraó
as cidades-entrepostos Pitom e Ramsés.
12Mas, quanto mais o oprimiam,
tanto mais se multiplicava e crescia.
13Obcecados pelo medo dos filhos de Israel,
os egípcios impuseram-lhes uma dura escravidão.
14E tornaram-lhes a vida amarga
pelo pesado trabalho da preparação do barro e dos tijolos,
com toda a espécie de trabalhos dos campos
e outros serviços que os levavam a fazer à força.
22Então, o Faraó deu esta ordem a todo o seu povo:
'Lançai ao rio Nilo todos os meninos hebreus recém-nascidos,
mas poupai a vida das meninas'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quinta-feira, 13 de julho de 2017

1ª Leitura - Is 55,10-11 - 16.07.2017

15º Domingo do Tempo Comum
16 de Julho de 2017
Cor: Verde

A chuva faz a terra germinar.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 55,10-11

Isto diz o Senhor:
10assim como a chuva e a neve descem do céu
e para lá não voltam mais,
mas vêm irrigar e fecundar a terra,
e fazê-la germinar
e dar semente, para o plantio e para a alimentação,
11assim a palavra que sair de minha boca:
não voltará para mim vazia;
antes, realizará tudo que for de minha vontade
e produzirá os efeitos que pretendi, ao enviá-la.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quarta-feira, 12 de julho de 2017

1ª Leitura - Gn 49,29-32; 50,15-26a - 15.07.2017

Sábado da 14ª Semana do Tempo Comum
15 de Julho de 2017
S. Boaventura BDr, memória
Cor: Branco

Eu vou morrer. Deus vos visitará
e vos fará subir deste país.

Leitura do Livro do Gênesis 49,29-32; 50,15-26a

Naqueles dias,
Jacó transmitiu as suas ordens a seus filhos, dizendo:
29'Eu vou juntar-me ao meu povo;
sepultai-me com meus pais na gruta de Macpela,
que está no campo de Efron, o hitita,
30defronte de Mambré, no país de Canaã.
É a gruta que Abraão comprou a Efron, o hitita,
junto com o campo, como propriedade funerária.
31Lá foram sepultados Abraão e Sara, sua mulher,
ali se sepultaram também Isaac e sua mulher Rebeca;
e foi lá que sepultei Lia'.
32Quando Jacó acabou de dar suas instruções aos filhos,
recolheu os pés sobre a cama e morreu;
e foi reunido aos seus.
50,15Ao verem que seu pai tinha morrido,
os irmãos de José disseram entre si:
'Não aconteça que José se lembre da injúria que padeceu,
e nos faça pagar todo o mal que lhe fizemos'.
16E mandaram dizer-lhe:
'Teu pai, antes de morrer, ordenou-nos
17que te disséssemos estas palavras:
'Peço-te que esqueças o crime de teus irmãos,
e o pecado e a maldade que usaram contra ti'.
Nós pedimos, pois, que perdoes
o crime dos servos do Deus de teu pai'.
Ouvindo isto, José pôs-se a chorar.
18Vieram seus irmãos e prostraram-se diante dele,
dizendo: 'Somos teus servos'.
19Ele respondeu: 'Não tenhais medo.
Sou eu, porventura, Deus?
20Vós pensastes fazer mal contra mim.
Deus, porém, converteu-o em bem,
para dar vida a um povo numeroso,
como vedes presentemente.
21Não temais: eu vos sustentarei e a vossos filhos'.
E assim os consolou,
falando-lhes com doçura e mansidão.
22E José ficou morando no Egito,
com toda a família de seu pai,
e viveu cento e dez anos.
23José viu os filhos de Efraim até à terceira geração,
e os filhos de Maquir, filho de Manassés,
que José também recebeu sobre seus joelhos.
24José disse aos seus irmãos:
'Eu vou morrer. Deus vos visitará
e vos fará subir deste país
para a terra que ele jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó'.
25Depois de tê-los feito jurar e de ter dito:
'Quando Deus vos visitar, levai daqui os meus ossos convosco'.
26aJosé morreu, completando cento e dez anos de vida.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Gn 46,1-7.28-30 - 14.07.2017

6ª-feira da 14ª Semana do Tempo Comum
14 de Julho de 2017
Cor: Verde

Agora, morrerei contente,
porque vi a tua face e te deixo com vida.

Leitura do Livro do Gênesis 46,1-7.28-30

Naqueles dias:
1Israel partiu com tudo o que tinha.
Ao chegar a Bersabéia, ofereceu sacrifícios
ao Deus de seu pai Isaac.
2Deus falou a Israel em visão noturna, dizendo-lhe:
'Jacó! Jacó!'.
Ele respondeu: 'Aqui estou!'
3E Deus lhe falou: 'Eu sou Deus, o Deus de teu pai:
não tenhas medo de descer ao Egito,
pois lá farei de ti uma grande nação.
4Eu mesmo descerei contigo ao Egito
e te reconduzirei de lá quando voltares;
e é José que te fechará os olhos'.
5Jacó levantou-se e deixou Bersabéia,
e seus filhos o puseram, com as crianças e as mulheres,
sobre os carros que o Faraó enviara para os transportar.
6Levaram, também, tudo o que possuíam na terra de Canaã;
e foram para o Egito, Jacó com toda a sua família,
7com seus filhos e netos, suas filhas e toda a sua
descendência.
28Jacó enviou Judá na frente
para avisar José e fazê-lo vir ao seu encontro em Gessen.
E chegaram à terra de Gessen.
29José mandou atrelar seu carro
e subiu a Gessen ao encontrou do pai.
Logo que o viu, lançou-se ao seu pescoço
e, abraçado a ele, chorou longamente.
30Israel disse a José:
'Agora, morrerei contente,
porque vi a tua face e te deixo com vida'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Gn 44,18-21.23b-29; 45,1-5 - 13.07.2017

5ª-feira da 14ª Semana do Tempo Comum
13 de Julho de 2017
Cor: Verde

Foi para a vossa salvação
que Deus me mandou adiante de vós, para o Egito.

Leitura do Liivro do Gênesis 44,18-21.23b-29; 45,1-5

Naqueles dias:
18Judá aproximou-se de José e, cheio de ânimo, disse:
'Perdão, meu senhor,
permite ao teu servo falar com toda a franqueza,
sem que se acenda a tua cólera contra mim.
Afinal, tu és como um faraó!
19Foi meu senhor quem perguntou a seus servos:
'Ainda tendes pai ou algum outro irmão?'
20E nós respondemos ao meu senhor:
'Temos um pai já velho e um menino
nascido em sua velhice,
cujo irmão morreu;
é o único filho de sua mãe que resta,
e seu pai o ama com muita ternura'.
21E tu disseste a teus servos:
'Trazei-o a mim, para que eu possa vê-lo'.
23b'Se não vier convosco o vosso irmão mais novo,
não vereis mais a minha face'.
24Quando, pois, voltamos para junto de teu servo, nosso pai,
contamos tudo o que o meu senhor tinha dito.
25Mais tarde disse-nos nosso pai:
'Voltai e comprai para nós algum trigo'.
26E nós lhe respondemos: 'Não podemos ir,
a não ser que o nosso irmão mais novo vá conosco.
De outra maneira, sem ele,
não nos podemos apresentar àquele homem'.
27E o teu servo, nosso pai, respondeu:
'Bem sabeis que minha mulher me deu apenas dois filhos.
28Um deles saiu de casa e eu disse:
Um animal feroz o devorou!
E até agora não apareceu.
29Se me levardes também este,
e lhe acontecer alguma desgraça no caminho,
fareis descer de desgosto meus cabelos brancos
à morada dos mortos' '.
45,1Então José não pôde mais conter-se
diante de todos os que o rodeavam,
e gritou: 'Mandai sair toda a gente!'.
E, assim, não ficou mais ninguém com ele,
quando se deu a conhecer aos irmãos.
2José rompeu num choro tão forte,
que os egípcios ouviram e toda a casa do Faraó.
3E José disse a seus irmãos:
'Eu sou José! Meu pai ainda vive?'
Mas os irmãos não podiam responder-lhe nada,
pois foram tomados de um enorme terror.
4Ele, porém, cheio de clemência, lhes disse:
'Aproximai-vos de mim'.
Tendo-se eles aproximado, disse:
'Eu sou José, vosso irmão,
a quem vendestes para o Egito.
5Entretanto, não vos aflijais, nem vos atormenteis,
por me terdes vendido a este país.
Porque foi para a vossa salvação
que Deus me mandou adiante de vós, para o Egito'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


terça-feira, 11 de julho de 2017

1ª Leitura - Gn 41,55-57.42,5-7a.17-24a - 12.07.2017

4ª-feira da 14ª Semana do Tempo Comum
12 de Julho de 2017
Cor: Verde

Sofremos justamente estas coisas,
porque pecamos contra o nosso irmão.

Leitura do Livro do Gênesis 41,55-57.42,5-7a.17-24a

Naqueles dias:
55Todo o Egito começou a sentir fome,
e o povo clamou ao Faraó, pedindo alimento.
E ele respondeu-lhe:
'Dirigi-vos a José e fazei o que ele vos disser'.
56Quando a fome se estendeu a todo o país,
José abriu os celeiros e vendeu trigo aos egípcios,
porque a fome também os oprimia.
57De toda as nações vinham ao Egito comprar alimento,
pois a fome era dura em toda a terra.
42,5Os filhos de Israel entraram na terra do Egito com outros
que também iam comprar trigo, pois havia fome em Canaã.
6José era governador na terra do Egito
e, conforme a sua vontade, se vendia trigo à população.
Chegando os irmãos de José,
prostraram-se diante dele com o rosto em terra.
7aAo ver seus irmãos, José os reconheceu.
17E mandou metê-los na prisão durante três dias.
18E, no terceiro dia, disse-lhes:
'Fazei o que já vos disse e vivereis, pois eu temo a Deus.
19Se sois sinceros, fique um dos irmãos preso aqui no cárcere,
e vós outros ide levar para vossas casas o trigo que comprastes.
20Mas trazei-me o vosso irmão mais novo,
para que eu possa provar a verdade de vossas palavras,
e não morrerdes'.
Eles fizeram como José lhes tinha dito.
21E diziam uns aos outros:
'Sofremos justamente estas coisas,
porque pecamos contra o nosso irmão:
vimos a sua angústia,
quando nos pedia compaixão,
e no o atendemos.
É por isso que nos veio esta tribulação'.
22Rúben disse-lhes: 'Não vos adverti dizendo:
'Não pequeis contra o menino?'
E vós não me escutastes.
E agora nos pedem conta do seu sangue'.
23Ora, eles não sabiam que José os entendia,
pois lhes falava por meio de intérprete.
24aEntão, José afastou-se deles e chorou.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quinta-feira, 6 de julho de 2017

1ª Leitura - Gn 32,23-33 (gr. 22-32) - 11.07.2017

3ª-feira da 14ª Semana do Tempo Comum
11 de Julho de 2017
S. Bento, abade, memória
Cor: Branco

De modo algum te chamarás Jacó, mas Israel;
porque lutaste com Deus e venceste.

Leitura do Livro do Gênesis 32,23-33 (gr. 22-32)

Naqueles dias:
23Jacó levantou-se ainda de noite,
tomou suas duas mulheres,
as duas escravas e os onze filhos,
e passou o vau do Jaboc.
24Depois de tê-los ajudado a passar a torrente,
e atravessar tudo o que lhe pertencia,
25Jacó ficou só.
E eis que um homem se pôs a lutar com ele
até o raiar da aurora.
26Vendo que não podia vencê-lo,
este tocou-lhe o nervo da coxa
e logo o tendão da coxa de Jacó se deslocou,
enquanto lutava com ele.
27O homem disse a Jacó:
'Larga-me, pois já surge a aurora'.
Mas Jacó respondeu:
'Não te largarei, se não me abençoares'.
28O homem perguntou-lhe:
'Qual é o teu nome?'
Respondeu: 'Jacó'.
29Ele lhe disse:
'De modo algum te chamarás Jacó, mas Israel;
porque lutaste com Deus e com os homens e venceste'.
30Perguntou-lhe Jacó:
'Dize-me, por favor, o teu nome'.
Ele respondeu: 'Por que perguntas o meu nome?'
E ali mesmo o abençoou.
31Jacó deu a esse lugar o nome de Fanuel,
dizendo: 'Vi Deus face a face
e foi poupada a minha vida'.
32Surgiu o sol quando ele atravessava Fanuel;
e ia mancando por causa da coxa.
33Por isso os filhos de Israel não comem até hoje
o nervo da articulação da coxa,
pois Jacó foi ferido nesse nervo.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


1ª Leitura - Gn 28,10-22a - 10.07.2017

2ª-feira da 14ª Semana do Tempo Comum
10 de Julho de 2017
Cor: Verde

Jacó viu uma escada com a ponta tocando o céu e os anjos de Deus subindo e descendo por ela e Deus que lhe falava.

Leitura do Livro do Gênesis 28,10-22a

Naqueles dias:
10Jacó saiu de Bersabéia e dirigiu-se a Harã.
11Chegando a certo lugar, quis passar ali a noite,
pois o sol já se havia posto.
Tomou uma das pedras do lugar,
fez dela travesseiro e ali mesmo adormeceu.
12E viu em sonho uma escada apoiada no chão,
com a outra ponta tocando o céu
e os anjos de Deus subindo e descendo por ela.
13No alto da escada estava o Senhor que lhe dizia:
'Eu sou o Senhor, Deus de Abraão, teu pai, e Deus de Isaac;
darei a ti e à tua descendência a terra em que dormes.
14A tua descendência será como o pó da terra,
e te expandirás para o ocidente e o oriente,
para o norte e para o sul.
Em ti e em tua descendência serão abençoadas
todas as nações da terra.
15Estou contigo e te guardarei onde quer que vás,
e te reconduzirei a esta terra.
Nunca te abandonarei até cumprir o que te prometi'.
16Ao despertar, Jacó disse:
'Sem dúvida, o Senhor está neste lugar e eu não sabia'.
17Cheio de pavor, disse: 'Como é terrível este lugar!
Isto aqui só pode ser a casa de Deus e a porta do céu'.
18Jacó levantou-se bem cedo,
tomou a pedra de que tinha feito travesseiro
e colocou-a de pé para servir de coluna sagrada,
derramando óleo sobre ela.
19E deu ao lugar o nome de 'Betel'.
Antes, porém, a cidade chamava-se Luza.
20Jacó fez um voto, dizendo:
'Se Deus estiver comigo e me proteger nesta viagem,
dando-me pão para comer e roupa para vestir,
21e se eu voltar são e salvo para a casa de meu pai,
então o Senhor será o meu Deus.
22aE esta pedra que ergui como coluna sagrada,
será uma 'morada de Deus'.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também:


quarta-feira, 5 de julho de 2017

1ª Leitura - Zc 9,9-10 - 09.07.2017

14º Domingo do Tempo Comum
9 de Julho de 2017
Cor: Verde

Eis que teu rei, humilde, vem ao teu encontro.

Leitura da Profecia de Zacarias 9,9-10

Assim diz o Senhor:
Exulta, cidade de Sião!
Rejubila, cidade de Jerusalém.
Eis que vem teu rei ao teu encontro,
ele é justo, ele salva;
é humilde e vem montado num jumento,
um potro, cria de jumenta.
10Eliminarei os carros de Efraim,
os cavalos de Jerusalém;
ele quebrará o arco de guerreiro,
anunciará a paz às nações.
Seu domínio se estenderá de um mar a outro mar,
e desde o rio até aos confins da terra.
Palavra do Senhor.
Fonte CNBB


Leia também: